Numa carta aberta à Direção-Geral da Saúde, a plataforma cívica Cidadania XXI pede que sejam divulgados dados do total de mortos de todas as outras doenças para além da Covid-19.

A plataforma cívica Cidadania XXI enviou esta sexta-feira uma carta aberta à Direção-Geral da Saúde (DGS), na qual pede que passem a ser fornecidos à comunicação social e à população mais dados sobre a Covid-19 e sobre outras doenças em Portugal.

Para quê mais dados? “Para que possa ser feita uma análise mais objetiva da evolução da epidemia”, “para que seja melhor enquadrada” e “para evitar o eventual uso alarmista por parte de órgãos de comunicação social dos dados divulgado pela DGS”, defende.

A Cidadania XXI pede ainda à entidade dirigida por Graça Freitas que repense a necessidade de haver “conferências de imprensa diárias” sobre a Covid-19, um apelo em linha com o desejo já expressado por Marcelo Rebelo de Sousa. Esta semana, em entrevista à RTP1, o Presidente da República disse que “tudo o que se repete muito tempo, cansa”. “As pessoas cansam-se. Há uma parte que continua a seguir, mas a outra parte cansa-se”, argumentou o chefe de Estado.

Até junho, as conferências da DGS, onde muitas vezes marcam presença a ministra da Saúde e os seus secretários de Estado, eram diárias. Desde então, passaram a ser apenas às segundas, quartas e sextas-feiras.

Assim, a plataforma cívica exige menos conferências, mas um boletim diário da DGS mais rico em informação. Qual? Entre outras, pede, por exemplo:

  1. Número total de mortos em Portugal de todas as doenças nas últimas 24 horas, por grupo etário em comparação com o mesmo dia do ano anterior;
  2. O número de episódios de gripe e o número de episódios de outras infeções respiratórias, cuja informação é já diariamente compilada pelo SNS em tempo real;
  3. Número de testes efetuados nas últimas 24 horas em Portugal, bem como e evolução do rácio de casos positivos versus número de testes efetuados;
  4. A ocupação nas alas de internamento e cuidados intensivos nos hospitais públicos;
  5. E, finalmente, os meios e recursos disponibilizados ao SNS nas últimas 24 horas para cuidar dos pacientes positivos a Covid-19 e aos doentes com outras patologias.

A Cidadania XXI é um movimento cívico sem ligações partidárias, que alega no seu manifesto pretender “contribuir para o cumprimento cabal do dever de informar a população, que está consagrado na Lei de Bases da Saúde, e para a melhoria da qualidade da informação sobre a epidemia do novo coronavírus que é divulgada junto da comunicação social e da população”.

Nas últimas 24 horas, a DGS identificou 5.550 novos casos de infeção por Covid-19 em Portugal, elevando para 166.900 o número de infetados desde o início da pandemia. Trata-se de uma subida diária de 3,44%. O número total de vítimas mortais subiu para 2.792 após terem sido registadas mais 52 mortes nas últimas 24 horas.